Bem-vindo ao site oficial da Comunidade 0937

Somos um grupo de fãs de LEGO sediado em Portugal e fundado em 2006.
Temos como missão promover este passatempo para todas as idades, realizando exposições e encontros um pouco por todo o país. Disponibilizamos ainda este espaço online, uma plataforma de discussão e informação que é também a principal porta de entrada para novos membros que se queiram iniciar neste passatempo.
Clique aqui para saber mais sobre nós.

O “Baixinho” graúdo

 

Fala-nos um pouco sobre ti: Quem és? O que fazes e de onde vens?
 
O meu nome completo é Luís Viriato Baixinho da Silva, nasci em Moçambique em 1973. Tinha cerca de 18 meses quando a minha família regressou para Vila Praia de Âncora, terra natal dos meus pais. Vivo desde então na mesma vila.
Nos últimos 5 anos sou formador na área das TIC de um CNO (Centro de Novas Oportunidades – antigos CRVCC). Sou também formador da mesma área e director de curso em vários cursos nomeadamente CEFs.

 
Como foi que descobriste o LEGO? Lembras-te do teu primeiro conjunto?

Tenho irmãos mais velhos que conheceram a marca ainda em Moçambique, herdei parte dos conjuntos deles. Conjuntos tanto de system como duplo. Não me lembro do primeiro conjunto que me foi oferecido, mas muito provavelmente foi o 3 como atesta esta fotografia. Tive outros conjuntos, mas para mim o mais importante era ter as peças, portanto acabavam todos desmontados e numa pequena pilha, prontas a serem utilizadas numa qualquer construção.

Qual é o teu tema favorito e o que gostas mais de construir?

Desde que saí das dark ages passei por vários temas, tanto a coleccionar como a construir MOCs. Desde Star Wars até Castle, passando pelo SteamPunk.
Não me consigo prender a um só tema, praticamente tudo o que seja à escala minifig me interessa. Gosto do universo minifig!

 
Passaste por uma “dark age”? Porquê?

Sim. Pelo mesmo motivos de quase toda a gente, outros interesses. Claro que estive sempre atento aos catálogos, e de olho nas peças do meu irmão mais novo (diferença de 9 anos).
A saída da dark age foi consolidada com o advento do tema Star Wars. Já tinha comprado uns conjuntos pequenos promocionais da Shell. A partir daí e através da Internet, descobri o mundo AFOL.

O que é que te atrai mais no LEGO para que o tenhas eleito como hóbi?

Muitas características. A principal talvez seja ser uma forma de construir relativamente fácil e limpa. Mas o coleccionismo, a investigação (para fazer MOCs), a diversidade de temas, o tema de conversa, a complexidade, a constante inovação, a comunidade AFOL, etc., também são pontos a favor.

Onde procuras inspiração para as tuas criações? E quem é que tens nos “Favoritos”?

Não uso o Explorer… Gargalhada

A minha pasta favorita no Brickshelf é a do Japonês Takeshi Itou. Utiliza estilos de construção que só há relativamente pouco tempo se encontram no ocidente. Fazer landscaping como ele faz desde 2001 é um marco na história dos AFOLs. Mas actualmente utilizo muito mais blogs para descobrir bons trabalhos do que a peneirar o brickshelf e afins.
Para inspiração nos meus MOCs, acho que utilizo tudo o que vejo. Mas se fosse eleger só um, seria a Banda Desenhada (franco-belga).
 

Qual é a tua criação preferida?

É difícil de eleger uma construção preferida, talvez me incline mais sobre as construções que faço do tema OutroMundo. É um tema que criei no género SteamPunk e que é influenciado pelos trabalhos de Peeters & Schuiten e Miyasaki.
Também é difícil escolher só uma construção alheia preferida. Neste momento voto no Bag End do Jon Furman, na altura que apareceu no brickshelf foi um sucesso instantâneo. Não utiliza técnicas de maior, mas o efeito final agradou-me imenso. Disse logo que queria fazer algo do género!

 
Qual é o teu elemento LEGO preferido?

Ou melhor, um conjunto de elementos: O Minifig.
É, para mim, o ícone do universo LEGO e praticamente todos os meus MOCs são feitos a pensar nele.   

 

Como surgiu a ideia do Fórum0937? E quais eram os objectivos iniciais?

Basicamente porque na altura não havia nenhum sítio de jeito para se conversar livremente e em português sobre LEGO à excepção do LUGNET. Apesar de me dar bem com a forma de utilização do LUGNET, compreendo que não é atraente e por isso difícil de cativar mais pessoal para a conversa. Como na altura estava a fazer um melhoramento na Mini aproveitei o embalo e serviu para criarmos o fórum… que foi muito mais fácil tecnicamente do que estava à espera!

 
Quais são na tua opinião, a médio prazo, as metas a atingir por todo este projecto?

Que o fórum e a comunidade continuem a ser um bom local de conversa. Com muitas actividades pelo meio!
Durante muito tempo estive eu e o Pedro quase que sozinhos na conversas no LUGNET. Ver o fórum com tanta gente e em tantos tópicos só me torna feliz. Poder conversar na minha língua em vários temas que eu gosto. Manter-me ao corrente nos outros, aprender e divertir-me.

Projectos Futuros

Visitar o máximo de eventos fora do país e continuar com o projecto OutroMundo.

Comments are closed.