Bem-vindo ao site oficial da Comunidade 0937

Somos um grupo de fãs de LEGO sediado em Portugal e fundado em 2006.
Temos como missão promover este passatempo para todas as idades, realizando exposições e encontros um pouco por todo o país. Disponibilizamos ainda este espaço online, uma plataforma de discussão e informação que é também a principal porta de entrada para novos membros que se queiram iniciar neste passatempo.
Clique aqui para saber mais sobre nós.

Rosário Costa, uma portuguesa Creative Director

1 – O que faz um Creative Director da LEGO? É a Rosário que decide qual ideia dá um bom set, ou o é para “reciclar”?
Um Creative Director da LEGO é responsável pela estratégia/ desenvolvimento e design de um conjunto de produtos.
Em cada linha de produtos, como por exemplo Creator, trabalham em grupo o departamento de Marketing, os designers, engeneers and project managers.
Os produtos sob a minha responsabilidade como Creative Director na LEGO são: Creator, Creative Building e Mindstorms.
Um Director Criativo da LEGO deve ter as seguintes aptidões:
capacidade para estabelecer estratégias de inovação bem definidas;
iniciativas criativas e inovadoras; orientação comercial;
capacidade de liderança; talento para comunicar ideias/visão alargada/gestão inovadora; entender o DNA LEGO  e os core consumers(como por exemplo os fãs, AFOLs); entender/promover através da arte de comunicar/traduzir a essência/filosofia do que é o sistema LEGO e as suas plataformas.
Não é apenas o Creative Director que decide a ideia do produto. Inicia-se sempre por um briefing criado pelo Creative Director and Marketing Director  e com base nas necessidades do mercado!
Até ao resultado  final, o produto passa por várias fases até ser aprovado. Por exemplo, fazemos testes com os nossos consumidores para verificar a sua potencialidade!
 

2 – Existem limitações pré-definidas à criatividade da sua equipa (Tema, peças, cores, ect.)?
Sim, não diria limitações mas sim um conjunto de dados a que chamamos briefing como ponto de partida. Faz parte do trabalho dos designers depois adequar à ideia/produto as melhores pecas ou cores, etc…

3 – Alguns protótipos de futuros conjuntos são testados tanto com crianças como adultos? Se sim, como nos poderemos alistar?
Sim, nós testamos os nossos produtos com os nossos consumidores, independentemente da idades. Os testes são feitos em vários países na Europa e nos Estados Unidos.  

4 – Quando iniciam o processo criação de um novo set o parâmetro idade é rígido, ou poderá ser alterado conforme o decorrer do projecto?
Não alteramos. O produto deve ser feito respeitando o briefing. No briefing também já está definido a idade a que o produto deve ser desenhado.
É muito importante respeitar as normas adequadas às idades. Todos os produtos LEGO são desenvolvidos tendo em conta as capacidades das criancas relativas às suas idades, e à sua seguranca.

5 – Sei que um Creative Director acompanha o trabalho de várias equipas, como por exemplo a equipa do Creative Building e a equipa do Creator, existem mais, se sim, quais são?
LEGO Mindstorms e LEGO Factory.

6 – Quais os critérios para a utilização de peças num set? Quero eu dizer, como se decide que um determinado set “merece” um molde novo?
Como ponto de partida tenta-se sempre utilizar peças que proporcionem muita versatilidade na construção de vários conjuntos num só produto.
Por vezes é necessário uma peça nova que permita alargar as possibilidades de construção de um brinquedo.
É diferente o tipo de peças usadas num set Playthemes ou num set Creator. Nos conjuntos Playthemes o mais importante é Role Play, sendo mais importante as figurinhas LEGO por exemplo. Nos conjuntos Creator são os blocos LEGO o mais importante, onde construir do zero é o que está em questão.   

7 – Porquê que há peças pura e simplesmente descontinuadas, como algumas hinges?
Por vezes há a necessidade de melhorar o que existe, ou seja, desenvolver pecas mais modernas ou mais versáteis. As plataformas estão sempre em constante desenvolvimento. É claro que temos de ter sempre  em conta que LEGO é uma plataforma de peças que já existe há muitos anos!
Quando desenvolvemos peças novas, estas devem sempre ser compatíveis com as existentes.

8 – Como é que chegou a esse cargo, ou seja, qual foi o percurso profissional na LEGO?
Comecei na LEGO como designer em 1997, posteriormente como sénior designer em 2001, 2004 como design manager e no ano 2006 fui promovida a Creative Director, actualmente sou responsável por diferentes linhas de produtos LEGO com incidência nos modelos clássicos de construção, como Creator, Mindstorms, LEGO Duplo e todos o contentores/storage clássicos com tijolos para construções variadas e para todas as idades.
As capacidades e competências que tive de desenvolver são Liderança, Coaching, Design Management e Design for Business Leadership. A formação foi adquirida através de cursos patrocinados pela empresa e pelos anos de experiência adquirida.

9 – A LEGO vai voltar a editar re-edições de sets antigos, vulgo LEGENDS?
Se sim, como o 10001 ou o 10041 (réplicas quase idênticas) ou será mais do género do 10176, onde o conjunto foge bastante ao original?
A esta pergunta não lhe posso responder por uma questão de sigilo!

10 – Como aparece um novo tema e quais as condições principais para ser aceite e produzido?
O tema é sempre escolhido de acordo com a idade da crianca e a filosofia dos brinquedos de construção LEGO. As condições principais para que seja aceite e produzido são: o produto deve estar de acordo com o briefing e passar os testes com os consumidores.

11 – Como nos podemos candidatar a um lugar na LEGO para desenhar novos conjuntos?
Quem estiver interessado  em candidatar-se como designer, deve mandar o seu curriculum com por exemplo fotos de trabalhos em LEGO, ideias e conceitos através de desenhos para o nosso departamento criativo na LEGO, dirigindo a Jytte Assenholm (secretária).

Comments are closed.