Diferenças

Esta página mostra as diferenças entre as duas revisões da página.

Ligação para esta vista de comparação

comboio [2017/01/15 19:59] (Actual)
0.0.0.0 Criação deste novo documento.
Linha 1: Linha 1:
 +====== Comboio ======
  
 +**Comboio** é um tema [[LEGO]], geralmente associado ao tema [[Cidade]] (pese embora não fazer dele parte), e que possui vários sub-temas baseados no sistema de alimentação e controlo:
 +
 +- [[4.5V]]
 +
 +- [[12V]]
 +
 +- [[9V]]
 +
 +- [[IR]]
 +
 +//(NOTA: Os comboios não-motorizados não são considerados um tema em si mesmo, estando em geral incluídos na categoria que lhes é mais próxima ou para a qual tinham instruções oficiais de adaptação)//​
 +
 +====== História ======
 +A LEGO introduziu os primeiros comboios nos anos 60, recorrendo a um sistema de motorização de 4.5V, e usando [[carril|carris]] azuis com [[travessa|travessas]] brancas (uma combinação pouco realista, mas a possível com o escasso leque de cores então disponível). Estes comboios iniciais faziam conjunto com o precursor da Cidade LEGO, aquilo que hoje são conhecidos por "​[[Sets Clássicos]]"​ ou "​[[LEGOLAND]]"​ (não confundir com o nome "​LEGOLAND"​ quando usado após 1978)
 +
 +A insuficiência da motorização então usada levou às primeiras experiências com o sistema de 12V, em 1969: introduziu-se um terceiro carril central, metálico, alimentado com essa voltagem a partir de uma fonte externa (e não mais de pilhas no interior dum [[vagão]]). O controlo remoto era assim tornado possível; consequentemente,​ fizeram-se as primeiras experiências com controlo remoto de [[agulha|agulhas]] e restante [[sinais|sinalização]].
 +
 +Apesar do sucesso desta experiência,​ foi só com o advento da [[minifig]] (após 1978) que o tema comboios conheceu a primeira grande evolução qualitativa. De facto, em 1981 aparece um conjunto de comboios (tanto de 4.5V como de 12V) à "​[[escala minifig]]",​ e gradualmente também toda uma panóplia de acessórios complementares,​ desde [[estação|estações]] completas a semáforos. A manutenção do sistema de carris usado anteriormente - pese embora a introdução de cores mais realistas -  teve como consequência a distorção inevitável da escala real (//por exemplo, num vagão comum apenas um minifig pode ir sentado em cada fila//).
 +
 +A evolução dos sets de 12V foi prosseguindo,​ caindo gradualmente em desuso o sistema de 4.5V (aliás, houve um kit de conversão de motor apropriado para este fim). No entanto, em meados dos anos 80 este sistema tinha estagnado a sua evolução: a LEGO decidiu não mais investir em novos sets com esta motorização,​ por entretanto ter tomado a decisão de unificar todas as voltagens dos produtos LEGO, recorrendo ao novo padrão de 9V.
 +
 +Em 1991 surgiu o primeiro sistema de 9V: os carris passaram a ser construídos numa peça única, e a ser eles mesmos condutores (eliminando o carril central). As rodas eram doravante lisas, reduzindo significativamente o atrito, mas com sacrifício da capacidade de tracção. O sistema de acoplamento sofreu modificações que não mais permitiriam o recurso ao desacoplamento remoto; os acessórios (como semáforos) sofreram uma redução muito grande, dado o seu escasso volume de vendas. O controlo da corrente era efectuado com recurso a um reóstato (similar ao usado no sistema de 12V).
 +
 +Finalmente, em 2006 foi introduzido um novo sistema de alimentação e controlo: a alimentação seria feita a 9V como até então, mas com recurso a pilhas eléctricas no interior de um vagão motorizado (locomotiva ou qualquer outro); e o controlo remoto passaria a ser feito com recurso a um comando de infravermelhos,​ semelhante em conceito ao controlo remoto dum televisor.
 +
 +{{tag>​temas}}